Ei, o livro diz que a regra é diferente!

Ah, caros aventureiros. São nos mais altos castelos que ecoam frases como esta! Em geral algum jogador desafiando o mestre, isso quando os dois não entram em uma discussão para estabelecer quem conhece mais sobre um cenário ou regra!

Através dos meus pontos de experiências gastos em RPG, pude perceber que isso acontece quando alguém devora o livro de regras ou suplementos sobre cenários.
“Como?! Suplementos? Novamente falando sobre eles?” Posso ver em teu rosto o pensamento: “Este velho cavaleiro odeia suplementos!”. Claro que não odeio e durante minhas explorações pude adquirir vários.

Agora, imagina uma mesa empolgada e concentrada em seus personagens que correm desesperados de um enorme dragão que os persegue. Nisso, um jogador se dá conta e para tudo para argumentar que o livro de tal cenário ressalta que não existem dragões naquela região!
Outro exemplo seria um jogador tentar e conseguir ter a oportunidade perfeita para matar algum NPC (personagem não jogador) que vem no livro e dos ares aparecem os quatro cavaleiros do apocalipse! – Como um NPC do livro poderia morrer agora, ele será importante para os eventos que o próximo suplemento trará!

Claro que alguns paladinos vão querer me levar ao fogo. Neste caso invoco o bom senso, arma secreta já comentada nos Podcasts! Use os suplementos para enriquecer suas campanhas e não para ter um roteiro! Se formos seguir um roteiro, melhor fazermos teatro ou até um filme!

Dedico ao Matusalém Malkavian K por sempre parar o jogo e conferir detalhes das regras!

Anúncios

2 Respostas to “Ei, o livro diz que a regra é diferente!”

  1. Opa!

    Por sorte eu não tenho jogadores que me questionam em regras.

    Vez ou outra eu esqueço um cálculo adicional, e eles me lembram, mas nada mais que isso.

    Mesmo há meses atrás, quando eu mestrava na Terra Média, eu não tive problemas: Eram 4 jogadores, dentre os quais, 2 eram verdadeiros experts em Tolkien!

    Eu vivia por colocar elementos que não faziam parte do cenário em si, mas eles não ligavam: uma boa diversão extra poderia valer mais que a modificação no enredo!

    Além do mais, todos aprendemos a jogar juntos, 8 anos atrás.

    É uma delícia mestrar para estes caras.

    ==========

    Minha dica ao Mestre é sempre expor no início da CAMPANHA que haverão pequenas modificações no cenário ou no sistema, e que o livro do mestre dá suporte a isso.

    Se os jogadores souberem disso, sempre será mais fácil lidar com eles quando questionarem 😉

    ==========

    Parabéns pelo blog, postagens inteligentes e temas bacanas 😉

    Leitor assíduo aqui!

  2. Valeu Rotieh.

    Esse tipo de problema é comum em muitas mesas de rpg.
    A idéia é, como você disse, expor sempre aos jogadores que quem manda ali é você. hahaha

    e valorizar a interpretação, até mesmo quando se está meio “fora do cenário”. Isso vai dar o tempero final nas campanhas.

    Obrigado mais uma vez pela participação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: